HOME BIOGRAFIA NOTÍCIAS CIDADE DE SP TRANSPARÊNCIA BIBLIOTECA VÍDEOS PROJETOS DE LEI MANDATO PARTICIPATIVO CONTATO

Notícias


30/05/2019
18ª Festa do Rosário dos Homens Pretos da Penha, de 02/5 a 7/7. Participe!


"Rosário: ventre que gera sementes de resistência”

Ao celebrar 217 anos da igreja a Comunidade do Rosário dos Homens Pretos da Penha de França quer compartilhar com todas as pessoas a história de luta, fé e a cultura do povo afrodescente com a 18ª Festa do Rosário, de 02 de junho a 7 de julho de 2019.

Uma festa linda para os olhos e para a alma nos traz o tema “Rosário: ventre que gera sementes de resistência”. A programação é gratuita e terá arte, religião e propõe a todos uma reflexão ao partilhar sua cultura em diferentes espaços do bairro.

“Desde menino costumo ir ao Largo da Igreja Rosário dos Homens Pretos da Penha. São lembranças boas das pessoas, da sua cultura e religiosidade. Quero compartilhar com vocês esta vivência ao convidar a todos para participar da 18ª Festa do Rosário”, afirma o Vereador Professor Claudio Fonseca.

Participe! Veja a programação.AQUI.

Compartilhamos aqui o texto de Cláudia Rosalina Adão sobre a Festa:

Sobre o tema “Rosário: ventre que gera sementes de resistência”
Por Cláudia Rosalina Adão

A terra e o ventre são grandes metáforas da capacidade de gerar, nutrir e fecundar.
A terra pode ser como um ventre, fértil, gerador de frutos que promove nutrição e força para os que precisam.
O ventre, símbolo da fertilidade representa a possibilidade de gerar filhos, mas também de gestar projetos, novos relacionamentos, novos tempos e possibilidades.
Queremos honrar a terra-ventre que nos dá a base, o alimento, a vida e a esperança.
E se a terra estiver muito dura e seca? E se todas as árvores já estiverem morrido e os animais fugido após tantas violações? E se ficar difícil acreditar que algo possa nascer novamente? Aí te convidamos a amarrar ao teu arado um propósito!
É isso mesmo... peguem os seus arados e vamos trabalhar a terra!
As mulheres negras, quilombolas, sem-terras, as trabalhadoras e trabalhadores, os(as) defensores dos direitos humanos, professoras e professores, tantos outros(as) que lutam e lutaram para que o Brasil seja um lugar digno para todos e todas viverem já vem fazendo isso há séculos.
Elas e eles com seus arados iluminados vem de diferentes lugares, com diversidade de jeitos, cores e sotaques, a esses e essas nos juntamos, somos o povo do Rosário dos Homens Pretos. O Rosário é a nossa terra, somos suas sementes prontos e prontas para resistir e também propor novas formas de existência.
Resistimos e existimos impedindo que a memória da Irmandade do Rosário seja apagada...
Resistimos e existimos celebrando a nossa negritude e ancestralidade todo primeiro domingo do mês...
Resistimos e existimos cantando com as Pastoras do Rosário...
Resistimos e existimos honrando a memória de Dona Micaela, parteira e benzedeira e valorizando nascimentos livres de violência e com respeito aos corpos das mulheres...
Resistimos e existimos com os congados, moçambiques, com os cantos, rezas e sambas.
Resistimos e existimos recebendo pessoas de diversas regiões que se nutrem através das nossas atividades e como sementes germinam por toda cidade.
Com os nossos arados, corpos, vozes unidas a todos que honram e cuidam da terra-ventre ousamos existir, nutrir e resistir.


 


Deixe abaixo seu comentário.

Endereço:

Viaduto Jacareí, 100 - Bairro Bela Vista
CEP 01319-900 - São Paulo
Sala 615 - 6° andar

Telefone:

3396-4265 (11) 9 5455-9526