HOME BIOGRAFIA NOTÍCIAS CIDADE DE SP TRANSPARÊNCIA BIBLIOTECA VÍDEOS PROJETOS DE LEI MANDATO PARTICIPATIVO CONTATO

Notícias


12/06/2019
Acompanhe: Manifestação e luta contra a reforma da previdência e cortes na Educação


AGENDA
#14J


Greve Geral da Nação
Em defesa das Aposentadorias, contra a refoma da Previdência e pelos direitos dos servidores e trabalhadores brasileiros!
14 de junho
16 horas
em frente ao MASP - Avenida Paulista

Tô do lado da Educação e não abro mão!
#EUVOU




Um breve relato sobre o #30M:

No dia 30 de maio - #30M – os profissionais da Educação Municipal da capital paulista apoiaram e participaram da Manifestação organizada pele Juventude contra a reforma da previdência e por mais verba por mais para a Educação que reuniu milhares de pessoas no Largo da Batata, Zona Oeste da capital, e depois tomou a Avenida Rebouças chegando até a Avenida Paulista.
As manifestações do #30M ocorreram em pelo menos 129 cidades em 25 Estados e no Distrito Federal, reunindo centenas de milhares de pessoas em defesa da Educação Pública, gratuita e contra a reforma da Previdência do governo federal.
O ato organizado pelas entidades estudantis seguiu o exemplo da manifestação de 15 de Maio - #15M – que reuniu mais de 300 mil na Avenida Paulista, no coração de São Paulo,  para lugar em defesa da Educação Pública, contra a reforma da Previdência do governo federal e pelos direitos dos trabalhadores.
Diversas lideranças estudantis, sindicais e partidárias tomaram parte do 30M. O Vereador Professor Claudio Fonseca, que é também presidente do SINPEEM, participou e falou durante o ato. “Essa manifestação tem de ganhar as ruas! É preciso que no dia 14 de junho todos sigamos rumo à Greve Geral dos trabalhadores. Vamos parar todas as escolas, parar as universidades, parar os bancos, parar a indústria! Unidos somos mais fortes”, afirmou Claudio Fonseca.
Veja o vídeo no link abaixo para o Youtube.

AGENDA:

#30M
30 de Maio
16 horas
Largo da Batata

Ato convocado pelos estudantes e apoiado pela categoria do magistério municipal em Defesa da Educação Pública e do Emprego! Contra a Reforma da Previdência e Rumo à Greve Geral de 14 de junho!


Vamos juntos!
Apoiamos o ato convocado pelos estudantes neste dia 30! Rumo à greve geral de 14 de junho.



#15M
Trezentas mil pessoas unidas contra a reforma da previdência e em defesa da Educação lotam a Avenida Paulista em São Paulo


O dia 15 de maio de 2019 entra para a história como a data em que professores, gestores, supervisores e pessoal do Quadro de Apoio da Rede Municipal de Ensino de São Paulo se uniram a professores de escolas públicas e privadas, alunos da educação básica, estudantes universitários das federais e estaduais, sindicatos, entre eles o SINPEEM, centrais sindicais e organizações estudantis (secundaristas e universitários) para lutar contra a reforma da previdência e em defesa da Educação.

"Os profissionais da Educação Municipal, estudantes, cidadãos, homens e mulheres decididos a dar um basta na reforma da proposta da reforma da Previdência, mas não só isto lutar pela Educação”, afirmou o Vereador Professor Claudio Fonseca, que também é presidente do Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo (Sinpeem) é um dos coordenadores do fórum de entidades, de sindicatos ligados à Educação, centrais sindicais e movimentos estudantis para a realização do ato na Avenida Paulista que reuniu mais de 300 mil pessoas.

“Esta manifestação representa a resistência dos educadores paulistanos, paulistas e educadores de todo o Brasil. A Greve Nacional da Educação dá o pontapé inicial para que nós possamos colocar abaixo a política nefasta de destruição da Educação e do país”, acrescentou Claudio Fonseca. “Vamos todos juntos participar da Greve Geral no dia 14 de junho!”

Entenda os cortes
A luta em defesa da Educação se coloca contra os cortes de verbas do governo federal ao setor feito por meio do Ministério da Educação (MEC) que fez corte de 5% do Orçamento geral da Educação. Em valores, este corte significa um montante de R$ 7,4 bilhões do Orçamento de R$ 149 bilhões. O que atinge em cheio as pesquisas acadêmicas tão importantes para o desenvolvimento do país e abre um precedente perigoso para ampliar ainda mais os cortes de verbas para a Educação em todos os níveis no país.
O movimento dos educadores, estudantes, a participação do Vereador Professor Claudio Fonseca e presidente do Sinpeem, sindicatos, centrais sindicais e movimentos estudantis vai se unir aos demais setores produtivos e organizam movimento de Greve Geral para o dia 14 de junho próximo.


Leia na íntegra o Comunicado do SINPEEM:

O SINPEEM FOI DECISIVO PARA A ORGANIZAÇÃO DA GREVE NACIONAL DA EDUCAÇÃO e realização da manifestação que reuniu cerca de 300 mil pessoas que defenderam a Aposentadoria especial do magistério, Aposentadoria do quadro de apoio e os direitos dos servidores.
Participaram sindicatos de trabalhadores de educação, centrais sindicais, organizações do movimento social e estudantis.
A greve nacional da educação é a prévia para a Greve Geral no país. E, o Sinpeem, como fez para construir a Greve Nacional da Educação, continuará atuando para unir todos em defesa dos direitos, contra os cortes de verbas para a educação e contra a reforma da previdência .
Juntos somos fortes!
CLAUDIO FONSECA
Presidente/SINPEEM  

AGENDA


#15M
15 de Maio
14 horas
Avenida Paulista
Ato dos profissionais de Educação estudantes em Defesa da Educação Pública e Contra a Reforma da Previdência!


 


Deixe abaixo seu comentário.

Endereço:

Viaduto Jacareí, 100 - Bairro Bela Vista
CEP 01319-900 - São Paulo
Sala 615 - 6° andar

Telefone:

3396-4265 (11) 9 5455-9526