HOME BIOGRAFIA NOTÍCIAS CIDADE DE SP TRANSPARÊNCIA BIBLIOTECA VÍDEOS PROJETOS DE LEI MANDATO PARTICIPATIVO CONTATO

Notícias


08/03/2018
Claudio Fonseca vai às ruas com a categoria que decide continuar greve contra o aumento do IPREM


Sempre ao lado da categoria, o Vereador Professor Claudio Fonseca, também presidente do Sinpeem (Sindicado dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal), foi às ruas com a categoria neste dia 8 de março – Dia Internacional da Mulher – para lutar contra o aumento da contribuição do IMPREM e a criação do regime complementar da previdência municipal da cidade de São Paulo.

O PL 621/16, originalmente do ex-prefeito Haddad, recebeu texto substitutivo do prefeito João Doria, prevê o aumento da contribuição previdenciária de 11% para 14% e a criação de contribuição suplementar de 1% a 5% sobre os salários dos servidores municipais da capital – o que pode fazer com que a contribuição chegue a 19%. Isto sem falar na criação do regime complementar de previdência.

Milhares de docentes, gestores, supervisores e quadro de apoio da rede municipal de ensino se reuniram na manifestação em frente à prefeitura de São Paulo. Claudio Fonseca presidiu a assembleia da categoria que decidiu, por maioria, continuar em greve contra o aumento da contribuição previdenciária. A manifestação da categoria segui para a Câmara Municipal e depois rumo à Avenida Paulista para encontrar a manifestação de mulheres, conforme aprovado em assembleia.
Nova manifestação e assembleia foram marcadas para o dia 15 de março, às 14 horas, em frente à Câmara Municipal de São Paulo (CMSP). Participe!

“Este projeto, que retira direitos dos trabalhadores do setor público, é inconstitucional. Não aceitaremos este confisco. O governo esconde as responsabilidades do Município e esquece que déficit e crise no sistema previdenciário existem por uso indevido dos recursos da Previdência, atraso ou não repasse das contribuições dos servidores e da Prefeitura para a conta específica do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) da cidade”, idas são um verdadeiro confisco aos nossos salários”, afirmou Claudio Fonseca.

“Todos servidores, ativos e aposentados, de todas as secretarias, estão no mesmo barco. Não podemos aceitar os argumentos do governo de que, para cobrir um suposto déficit da Previdência, é preciso aumentar a contribuição para o IPREM e ainda criar uma contribuição suplementar. Estas medidas são um verdadeiro confisco dos nossos salários”, defendeu Claudio Fonseca.

Tramitação – PL 621/16 na Câmara Municipal de São Paulo
O Vereador Prof. Claudio Fonseca explicou que o PL 621/16 ainda não foi votado pela Comissão de Constituição e Justiça, mas que o PL vai ser discutido em audiência pública no dia 15 de março, às 15 horas, no plenário da CMSP a pedido da Comissão de Finanças e Orçamento e da CCJ.
 Integrante da Comissão de Constituição e Justiça, Claudio Fonseca acompanha de perto a tramitação do PL 621/16 na comissão e na Câmara. “Tenho posição contrária aprovação do aumento da contribuição previdenciária, porque para mim isto é confisco de salário. Votarei contrário, vou debater, mas votarei contrário a instituição do Regime de Previdência Complementar”, afirma Claudio Fonseca.


Deixe abaixo seu comentário.

Endereço:

Viaduto Jacareí, 100 - Bairro Bela Vista
CEP 01319-900 - São Paulo
Sala 615 - 6° andar

Telefone:

3396-4265